Novidades

- 29.06.2018

Harmonização de queijos e vinhos para fazer em casa

Descubra sabores nunca antes sentidos pelo seu paladar

Imprimir esta novidade
Compartilhar esta novidade

Você adora um vinho e ama comer? E quer receber bem os amigos ou familiares em casa em um sábado à noite frio; porém, não sabe o que servir? Una suas paixões e monte um cardápio personalizado, possível de encantar o paladar dos convidados e fazer todos, tanto você quanto eles, descobrirem novos sabores juntos. Que tal? Uma imersão no universo dos queijos e vinhos é perfeita para isso. Além de ser uma atividade divertida, e que descontrairá os convidados, é composta por ingredientes que não têm erro: a maioria das pessoas gostam. Resta, então, ensiná-las a fazer uma harmonização correta. E você é quem pode guiá-las!

Para começar, é preciso saber identificar os tipos de queijos, pois conforme o seu tempo de maturação e as suas características, eles são classificados em:

• Queijos frescos: ricota, cottage, mussarela de búfala, mascarpone e queijo de cabra são alguns dos exemplares.

• Queijos moles brancos: como o Brie e o Camembert.

• Queijos semi-moles: a exemplo do Edam, Asiago e Taleggio.

• Queijos azuis: dentre os mais conhecidos, o Gorgonzola e o Roquefort.

• Queijos duros: Gouda, Provolone, Parmesão, Grana Padano, Estepe, Gryuère, Emental, entre outros.

Agora, prepare as seguintes harmonizações:

Queijos duros + vinho Bourdeaux, Chianti, Merlot, Cabernet Sauvignon

De sabor complexo e forte, os queijos duros combinam bem com os vinhos tintos encorpados e com taninos marcantes. Além dos vinhos franceses da região de Bourdeaux ou do Vale do Rhône, você pode apostar no estilo italiano Chianti ou até no Cabernet Sauvignon, Syrah ou Merlot.

Queijos moles brancos + Espumante

O sal moderado do queijo entra em confronto com a efervescência do espumante, o que confere equilíbrio a acidez dos mesmos. Por serem queijos cremosos com certo teor de gordura, pedem vinhos mais leves e de corpo médio. Então, além dos espumantes e da original Champagne, você pode escolher um vinho branco Chardonnay.

Queijos azuis + vinho Riesling

Para balancear a consistência cremosa e macia; porém, de sabor forte dos queijos azuis como Gorgonzola e Roquefort, o recomendado são vinhos adocicados e leves. O Riesling é uma boa opção, assim como os vinhos do Porto, a exemplo do Tawny, ou até mesmo um espumante.

Queijos frescos + Sauvignon Blanc

De sabor delicado e aroma discreto, os queijos frescos harmonizam com vinhos brancos leves, frutados e refrescantes, como o Sauvignon Blanc, os quais apresentam acidez elevada que equilibra a acidez dos queijos. Outras possíveis combinações são com o vinho Muscat ou espumantes.

Proporções para montar uma tábua de queijos e frios

Para cada pessoa:

  • ½ garrafa de vinho
  • 250 gramas de queijos e frios
  • 150 gramas de pães e afins (geleias, patês, antepastos etc.)

Leia mais: Descubra vinhos franceses que você deveria degustar pelo menos uma vez na vida

Revista de Ofertas

Confira as principais ofertas
da rede Zaffari & Bourbon.

Endereços e horários:

Selecione um de nossos empreendimentos para conferir o endereço e os horários de funcionamento.

 

Trabalhe Conosco

Cadastre-se em nosso site.

© 2018 Grupo Zaffari. Todos os Direitos Reservados | Política de Privacidade
Grupo Zaffari